quarta-feira, 17/01/2018
Início / Alimentação / 10 dicas para seu filho comer melhor

10 dicas para seu filho comer melhor

Qual mãe ou pai não sonha que seu filho tenha uma refeição saudável?

Muitos pais apelam para ajuda de especialistas em nutrição para orientar melhor sobre como alimentar seu filho, fazem chantagens e oferecem trocas. Eu já tentei, mas não obtive sucesso.

Como já falei em outros posts, a minha dificuldade maior na introdução de alimentos saudáveis é que eles se recusam a pelo menos experimentar novos sabores.

Vou dar algumas dicas para seus filhos mudarem de ideia em relação às comidas saudáveis. Apesar de eu não ter tido sucesso rsrsrsrs.

Quem sabe vocês não se saiam melhor do que eu.

  • Um prato bem decorado e colorido faz toda a diferença. Montar carinha com os alimentos é uma opção divertida na hora de montar o prato. O brócolis pode virar um cabelinho, enquanto o tomate pode ser cortado em forma de boca;
  • Invista em alimentos pequenos, alimentos em miniatura fazem com que as crianças sintam que aquilo foi feito só para ela;
  • Evite bebidas durante a refeição, líquidos ajudam a saciar a fome, ou dão a sensação de saciedade. Ofereça sucos ou água de coco só depois das refeições;
  • Ofereça primeiro o que ele menos gosta. Pois, ela estará com fome e pode consumir esta preparação mais facilmente;
  • Cozinhe com seu filho. Estimular a criança a colocar a mão na massa pode fazê-la se alimentar melhor;
  • Monte o cardápio da semana com a ajuda da criança;
  • Levar as crianças para as compras do mês também pode ser uma ótima ideia para envolvê-los com a alimentação;
  • Transformar a hora de comer numa grande brincadeira é uma opção legal. Na hora, da refeição brinquem de restaurante, onde seu filho pode ser o cliente e você a garçonete. Fazer referência de um prato a um personagem, pode fazer com que ela tenha uma identificação maior com o alimento.
  • Variar na preparação pode ajudar. Se a criança não come brócolis refogado, tente fazer bolinho de brócolis ou colocar a verdura no arroz. Mas nunca ofereça alimento “disfarçado” sem que a criança saiba o que realmente está comendo. Ela precisa saber que experimentou e gostou.
  • Convide a criança a participar da feira semanal. Conhecer as cores dos alimentos, sentir a textura de sua casca, comprá-la, pode despertar o interesse pelo até então desconhecido e rejeitado alimento.
Share Button

Leia Também

Lancheira equilibrada e saudável

Montar um lanche saudável para meus filhos sempre foi uma tarefa bem difícil. E você passa por essa dificuldade também? Nesse artigo vou dar algumas dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *